:: Página Principal.
:: Documentário da Igreja.
:: O Poder da Santa Missa.
:: O Poder do Santo Rosário
:: Aparições de N. Senhora.
:: A Vida dos Santos.
 
:: As Grandiosas Orações.
:: As Orações e Promessas.
:: As Devoções.
 
:: O Relógio da Paixão.
:: A Divina Misericórdia.
:: A Mediação de Maria.
 
:: A Catequese do Papa.
:: Guerreiros da últ. Ordem.
:: Os Sinais do Apocalipse.
 
:: O Estudo da Liturgia.
:: A Imitação de Cristo.
:: Confessai-vos bem.
 
:: Confissões do Inferno.
:: O Milagre de Lanciano.
:: A Contrição Perfeita.
 
:: Eucaristia ou Nada.
:: Beato João Paulo II.
:: Papa Bento XVI.
 
:: O Catecismo da Igreja.

 

O ESCAPULÁRIO VERDE

 


 
O Divino Espírito Santo.

 

www.obradoespiritosanto.com

 

            O Escapulário Verde, aprovado pela Igreja, foi revelado pelo Imaculado Coração de Maria à Sóror Justyna Bisqueyburn, religiosa das Irmãs da Caridade de S. Vicente de Paulo, que entrou no noviciado de Paris em 27 de novembro de 1839.

            Graças e milagres de toda a ordem, quer do corpo, quer da alma, têm sido obtidos por seu intermédio. Quantas curas! Quantas conversões!

            A Bênção da Igreja aplica-lhe, por intercessão do Imaculado Coração da nossa Mãe Santíssima, algo do capital imenso, depositado, por Deus, no Seu Seio de Misericórdia.

                Verde é a cor da esperança, e em Maria depositam, não só os justos, mas, também os pecadores - ainda os mais inveterados - todos os seus receios, angústias e necessidades, buscando remédio e auxílio. Mas a eficácia especial deste escapulário manifesta-se, sobretudo, em obter a conversão (que, por vezes, se julga impossível) dos pecadores considerados impenitentes ou já perdidos, principalmente quando, por ignorância ou desespero, recusam os Sacramentos.

                Condições para receber os benefícios deste Escapulário

  • O Escapulário Verde, como disse a Santíssima Virgem, pode ser benzido, com o sinal da Cruz, por qualquer Sacerdote e depois qualquer pessoa o pode distribuir.
  • Deve-se trazer consigo.
  • Deve-se dizer, ao menos uma vez por dia, a seguinte oração: "Coração Imaculado de Maria, rogai por nós, agora e na hora de nossa morte".
  • Tratando-se de doentes ou pecadores impenitentes, que não o aceitem, ou não queiram nem possam rezar a oração, podemos deixá-lo na habitação onde moram, ou ocultá-lo na roupa, dizendo alguém, em seu nome, a mesma invocação ao Coração Imaculado de Maria. Deus, no Dogma da Comunhão dos Santos, aplicará em favor destes desgraçados filhos, as preces dos seus irmãos, junto aos méritos de Maria Santíssima

            Ninguém estranhe que: um quadrado de tecido verde, com a efígie do Coração de Maria, a Bênção da Igreja e os méritos da nossa Mãe Celeste, obtenha tantos prodígios para o corpo e para a alma, e nos proteja nos perigos, pois Deus nunca Se mostra tão grande como quando Se serve das coisas mais insignificantes para patentear o Seu Poder Onipotente e a Sua Misericórdia. Não se serve Ele da água, para nos manter, a todos os animais e plantas, na vida? E esta mesma água, aplicada no Sacramento do Batismo, não nos muda de simples criaturas em filhos de Deus e de Maria Santíssima, em irmãos dos Anjos e dos Santos, e herdeiros do Céu?

            Propaguemos o Escapulário Verde, para honra e triunfo do Imaculado Coração de Maria e para salvação eterna dos nossos irmãos, que custaram o Sangue Bendito do nosso Divino Salvador e tantas Dores e Lágrimas à nossa Mãe do Céu.

            Procedendo deste modo, estamos bem seguros, pois Sua Santidade Pio IX, representante de Cristo na terra, o abençoou e aprovou por duas vezes: em 1863 e 1870.

                www.obradoespiritosanto.com

 

 

 

 

       © Últimas e Derradeiras Graças