:: Página Principal.
:: Documentário da Igreja.
:: O Poder da Santa Missa.
:: O Poder do Santo Rosário
:: Aparições de N. Senhora.
:: A Vida dos Santos.
 
:: As Grandiosas Orações.
:: As Orações e Promessas.
:: As Devoções.
 
:: O Relógio da Paixão.
:: A Divina Misericórdia.
:: A Mediação de Maria.
 
:: A Catequese do Papa.
:: Guerreiros da últ. Ordem.
:: Os Sinais do Apocalipse.
 
:: O Estudo da Liturgia.
:: A Imitação de Cristo.
:: Confessai-vos bem.
 
:: Confissões do Inferno.
:: O Milagre de Lanciano.
:: A Contrição Perfeita.
 
:: Eucaristia ou Nada.
:: Beato João Paulo II.
:: Papa Bento XVI.
 
:: O Catecismo da Igreja.

 

Ângelus do Papa Bento XVI.

 

Coerência entre ensinamento e comportamento.


30.10.2011 - Cidade do Vaticano: Em seu encontro com os fiéis e turistas para o Angelus dominical na Praça de São Pedro, o Papa Bento XVI afirmou a sua esperança de que os mestres cristãos possam testemunhar, com suas obras, o que pregam com suas palavras.


O pontífice retomou as palavras de Jesus Cristo aos escribas e fariseus que tinham comportamentos diferentes do que aquilo que propunham. Refletindo especialmente sobre o papel de teólogos, sacerdotes, catequistas e em geral, de todos os formadores cristãos, Bento XVI pediu:


“Invocamos a intercessão de Maria Santíssima e rezamos hoje de modo especial por aqueles que – na comunidade cristã – são chamados ao ministério do ensinamento: para que testemunhem sempre, com seus feitos, as verdades que transmitem com as palavras”.


Bento XVI prosseguiu: “Jesus também condena firmemente a vaidade e observa que trabalhar ‘para ser admirados pelas pessoas’ coloca à mercê da aprovação humana os valores que fundam a autenticidade das pessoas”.

Em espanhol, o papa pediu que unidos interiormente a Cristo, saibamos dar um testemunho eficaz de seu amor:


“No Evangelho deste domingo, o Senhor nos exorta a comportarmo-nos a sempre com retidão de espírito e a entregarmo-nos de coração ao serviço de nossos irmãos, como verdadeiros filhos de Deus. Peçamos a Virgem Maria, nossa mãe celestial, que interceda por nós”.

 

“Queridos irmãos e irmãs, quero manifestar minha proximidade à população tailandesa, que sofre por causa das enchentes, assim como asseguro minhas orações aos habitantes das regiões da Ligúria e Toscana, onde caíram fortes chuvas e houve muitos danos”.


Bento XVI saudou os fiéis de língua portuguesa com as seguintes palavras: "Saúdo agora os peregrinos de língua portuguesa, de modo especial os fiéis brasileiros da Paróquia de São Cristóvão, da Diocese de São João da Boa Vista. Possa esta visita a Roma confirmar a vossa fé, como os Apóstolos Pedro e Paulo, na Boa Nova de Jesus Cristo! Por ela, sabemos que somos filhos no Filho e entramos no seio da Santíssima Trindade. Desça, sobre vós e vossas famílias, a minha Bênção Apostólica".

 

Fonte: Rádio Vaticano.




 

       © Últimas e Derradeiras Graças