:: Página Principal.
:: Documentário da Igreja.
:: O Poder da Santa Missa.
:: O Poder do Santo Rosário
:: Aparições de N. Senhora.
:: A Vida dos Santos.
 
:: As Grandiosas Orações.
:: As Orações e Promessas.
:: As Devoções.
 
:: O Relógio da Paixão.
:: A Divina Misericórdia.
:: A Mediação de Maria.
 
:: A Catequese do Papa.
:: Guerreiros da últ. Ordem.
:: Os Sinais do Apocalipse.
 
:: O Estudo da Liturgia.
:: A Imitação de Cristo.
:: Confessai-vos bem.
 
:: Confissões do Inferno.
:: O Milagre de Lanciano.
:: A Contrição Perfeita.
 
:: Eucaristia ou Nada.
:: Beato João Paulo II.
:: Papa Bento XVI.
 
:: O Catecismo da Igreja.

 

ANGELUS DO PAPA BENTO XVI.

 

PAPA CONVIDA A ESPERAR O SENHOR COM CONFIANÇA

 

12.12.2010 - Cidade do Vaticano: Bento XVI presidiu a oração mariana do Angelus deste 3° Domingo do Advento, na Praça São Pedro, no Vaticano, onde o aguardavam vários fiéis e peregrinos, e muitas crianças que levaram vários meninos Jesus para que fossem abençoados pelo Papa.


O Papa frisou que este domingo da alegria nos convida a reforçar o vigor interior que nos ajuda a preparar a vinda do Senhor com confiança operosa.


Citando o capítulo 5 da Carta de São Tiago, o Santo Padre convidou a olhar para o agricultor que espera paciente o fruto precioso da terra, até receber a chuva do outono e da primavera. "Sejam pacientes vocês também; fortaleçam os corações, pois a vinda do Senhor está próxima" – disse o Papa.


"O agricultor não é fatalista, mas é um modelo de uma mentalidade que une de forma equilibrada a fé e a razão, porque, por um lado, ele conhece as leis da natureza e faz bem o seu trabalho, e, por outro, confia na Providência, porque algumas coisas fundamentais não estão em suas mãos, mas nas mãos de Deus. A paciência e a constância são uma síntese entre o compromisso humano e a sua entrega a Deus" - acrescentou o Santo Padre.


"Fortaleçam seus corações" – diz a Sagrada Escritura. Quanto a isso, Bento XVI fez a seguinte pergunta: "Como podemos fortalecer o nosso coração fragilizado e que se tornou mais instável por causa da cultura em que vivemos? A ajuda não nos falta: é a Palavra de Deus”, frisou ainda Bento XVI.


"De fato, enquanto tudo passa e muda a Palavra de Deus não passa. Se os acontecimentos da vida nos deixam desanimados e toda certeza parece desabar, temos uma bússola que nos orienta, temos uma âncora que nos ampara. E aqui nos é oferecido o modelo dos profetas, ou seja, daquelas pessoas que Deus chamou para que falem em seu nome" - ressaltou o pontífice.


O Santo Padre sublinhou que "o profeta encontra a sua alegria e a sua força na Palavra do Senhor, e enquanto os homens buscam, muitas vezes, a felicidade pelas ruas, o profeta anuncia a verdadeira esperança que não decepciona porque está fundamentada na fidelidade de Deus. Todo cristão, por causa do Batismo, recebeu a dignidade profética: possa cada um redescobri-la, alimentá-la com a assídua escuta da divina Palavra".


Após a oração mariana do Angelus, o Papa saudou em várias línguas os fiéis e peregrinos reunidos na Praça São Pedro. Saudou as crianças e os jovens de Roma que foram à praça por ocasião da tradicional bênção dos "Bambinelli", ou seja, dos meninos Jesus que depois de abençoados pelo Papa as crianças colocam em seus presépios feitos em casa. "Queridos jovens amigos, quando vocês colocarem o Menino Jesus na gruta ou na cabana, façam uma oração pelo Papa e por suas intenções" – frisou o pontífice.


Depois de saudar as crianças, seus pais, professores e catequistas, o Papa saudou os fiéis de língua portuguesa com as seguintes palavras:

 

"Saúdo com amizade os fiéis das paróquias de Barcarena e Milharado, no Patriarcado de Lisboa, e demais peregrinos de língua portuguesa. Agradecido pela presença orante, desejo que esta romagem confirme a vossa adesão a Cristo: confiai no seu poder, deixai agir a sua graça! Por modelo e proteção, tomai a Virgem Mãe."

 

Fonte: Rádio Vaticano.

 

 

       © Últimas e Derradeiras Graças