:: Página Principal.
:: Documentário da Igreja.
:: O Poder da Santa Missa.
:: O Poder do Santo Rosário
:: Aparições de N. Senhora.
:: A Vida dos Santos.
 
:: As Grandiosas Orações.
:: As Orações e Promessas.
:: As Devoções.
 
:: O Relógio da Paixão.
:: A Divina Misericórdia.
:: A Mediação de Maria.
 
:: A Catequese do Papa.
:: Guerreiros da últ. Ordem.
:: Os Sinais do Apocalipse.
 
:: O Estudo da Liturgia.
:: A Imitação de Cristo.
:: Confessai-vos bem.
 
:: Confissões do Inferno.
:: O Milagre de Lanciano.
:: A Contrição Perfeita.
 
:: Eucaristia ou Nada.
:: Beato João Paulo II.
:: Papa Bento XVI.
 
:: O Catecismo da Igreja.

 

Ângelus do Papa Bento XVI.

 

Para nos alegrar precisamos não somente de coisas,

mas sobretudo de amor e verdade.

13.12.09: Cidade do Vaticano - Bento XVI rezou a oração mariana do Ângelus, deste domingo, na Praça São Pedro onde o aguardavam vários fiéis e peregrinos.

Na alocução que precedeu a oração mariana, o Santo Padre ressaltou neste terceiro domingo do Advento, chamado "Domingo Gaudete" (Domingo da Alegria), que São Paulo na carta aos Filipenses diz: "Alegrai-vos no Senhor! Repito, alegrai-vos. O Senhor está próximo". "A Igreja nos acompanha rumo ao Santo Natal e nos ajuda a redescobrir o sentido e o gosto da alegria cristã, tão diferente da alegria apresentada pelo mundo" – frisou o papa.

Bento XVI repetiu hoje o gesto familiar que desde Pio XII todos os Pontífices realizaram antes do Natal, abençoando as imagens do Menino Jesus que serão colocadas nos presépios das famílias católicas de Roma. As imagens foram levadas à Praça São Pedro por várias crianças romanas.

"É para mim motivo de alegria saber que em suas famílias se conserva a tradição de montar o presépio. Porém, não basta repetir um gesto tradicional, por mais importante que ele seja. É preciso viver na realidade de todos os dias o que o presépio representa, ou seja, o amor de Cristo, a sua humildade, a sua pobreza" – frisou o pontífice.

O papa sublinhou que a tradição da benção das imagens do Menino Jesus "nos recorda que o presépio é uma escola de vida, onde podemos aprender o segredo da verdadeira alegria que não consiste em ter muitas coisas".

"Para nos alegrar precisamos não somente de coisas, mas sobretudo de amor e verdade. Precisamos de um Deus que nos está próximo, que aquece o nosso coração, e responde às nossas profundas expectativas. Este Deus se manifestou em Jesus, nasceu da Virgem Maria. O Menino Jesus que colocamos no presépio é o centro de tudo, é o centro do mundo" – disse ainda o Santo Padre.

O pontífice pediu as orações de todos os fiéis a fim de que, como a Virgem Maria, todo ser humano possa acolher como centro de sua vida o Deus Menino, fonte da verdadeira alegria, e concedeu a todos a sua bênção apostólica.

Após a oração mariana do Ângelus o papa agradeceu às pessoas que fizeram com que as crianças levassem à Praça São Pedro as imagens do Menino Jesus para serem abençoadas e lembrou que hoje na Diocese de Roma se celebra o "Dia das novas igrejas". "Em nossa cidade existem comunidades que não possuem um lugar de culto adequado e estruturas para suas atividades de formação" – frisou o papa – exortando a ajuda de todos a fim de que possam ser realizados os necessários centros pastorais.

O pontífice recordou também que nesta semana recebeu tristes notícias provenientes de alguns países africanos acerca do assassinato de quatro missionários. Trata-se dos sacerdotes Pe. Daniel Cizimya, Pe. Louis Blondel e Pe. Gerry Roche e da religiosa Denise Kahambu. O papa disse que eles foram testemunhas fiéis do Evangelho, que souberam anunciá-lo com coragem e expressou sua solidariedade aos parentes e familiares dos religiosos, pedindo a todos para que se unam a ele na oração a fim de que o Senhor os acolha em sua casa.

Bento XVI saudou em várias línguas os fiéis e peregrinos presentes na Praça São Pedro e desejou que a alegria deste III Domingo do Advento acompanhe todos os fiéis.

Fonte: Rádio Vaticano.

 

       © Últimas e Derradeiras Graças