:: Página Principal.
:: Documentário da Igreja.
:: O Poder da Santa Missa.
:: O Poder do Santo Rosário
:: Aparições de N. Senhora.
:: A Vida dos Santos.
 
:: As Grandiosas Orações.
:: As Orações e Promessas.
:: As Devoções.
 
:: O Relógio da Paixão.
:: A Divina Misericórdia.
:: A Mediação de Maria.
 
:: A Catequese do Papa.
:: Guerreiros da últ. Ordem.
:: Os Sinais do Apocalipse.
 
:: O Estudo da Liturgia.
:: A Imitação de Cristo.
:: Confessai-vos bem.
 
:: Confissões do Inferno.
:: O Milagre de Lanciano.
:: A Contrição Perfeita.
 
:: Eucaristia ou Nada.
:: Beato João Paulo II.
:: Papa Bento XVI.
 
:: O Catecismo da Igreja.
 

Aparição de Nossa Senhora em Jerusalém

 

Israel – 1954.

www.obradoespiritosanto.com

 

 

Onde aconteceu: Em Israel.

 

Quando: Em 1954.

 

A quem: aproximadamente trinta crianças e trezentos adultos.

 

Os fatos: A Escola Santo Antônio fica situada a cem metros de Santo Sepulcro.

 

Em torno de 11 horas da manhã do dia 18 de julho de 1954, durante a aula de religião da quinta turma do fundamental, as crianças começaram a gritar, olhando pela janela:

 

- “El Adra! El Adra!" (Virgem! A Virgem!) e apontavam para o pátio dizendo:

 

- “Ela está ali, flutuando com um vestido azul e contornada por uma aura brilhante entre branca e azulada cintilante!”.

 

Todas as crianças da sala de aula viram, porém a professora e o secretário da escola que foi chamado, nada enxergaram. Logo a seguir a porta da sala, de aula foi chaveada para impedir a ida até ao pátio.

Passados alguns minutos os alunos voltaram a agitar-se, pois gritavam eles agora:

 

- “A senhora brilhante está flutuando no meio da sala de aula!”

 

Com a chegada de mais pessoas, (adultos) alguns afirmavam ver os traços de uma pessoa em meio a uma luminosidade.

Após uns cinco minutos a Senhora desapareceu, mas o fato ganhou rápida divulgação e centenas de pessoas passaram a visitar a sala de aula agraciada.

Nos dias posteriores aumentou inclusive o número de fiéis nas missas e celebrações da Igreja, que ficava junto a escola.

 

No dia 25 de julho de 1954 durante uma celebração festiva com aproximadamente 300 pessoas, de repente quase todos os parentes começaram a gritar, olhando e apontando para o alto, inclusive o próprio sacerdote que de tão emocionado, não conseguiu continuar a celebração.

Todos viram a Santíssima Virgem flutuar sobre a cabeça dos presentes, Raio de luz multicoloridos irradiavam da aura que a circundava refletindo-se nos rostos das pessoas e nas paredes do templo.

Durante os quinze minutos que durou esse grande milagre, inclusive outras pessoas foram chamadas, e também viram. Após esse período, gradualmente desapareceu Nossa Senhora, depois a aura branca e azulada que a envolvia.

        

Esses dois acontecimentos foram divulgados pelo “Coptic Patriarchal Journal”.

        

Como recordação do fato a sala de aula foi pintada com o tom de azul do vestido da Mãe de Deus, e um lindíssimo ícone de Nossa Senhora colocada junto a parede em que estivera próximo.

        

Afirmou o bispo: “Ela não veio por amor a nós, veio porque este lugar é sagrado, pois está a poucos metros do Calvário e do Túmulo”...

        

Senhor bispo, permita-me discordar apenas do início de sua frase: Ela veio sim porque também nos ama demais!

 

www.obradoespiritosanto.com

 

 

 

 

       © Últimas e Derradeiras Graças