:: Página Principal.
:: Documentário da Igreja.
:: O Poder da Santa Missa.
:: O Poder do Santo Rosário
:: Aparições de N. Senhora.
:: A Vida dos Santos.
 
:: As Grandiosas Orações.
:: As Orações e Promessas.
:: As Devoções.
 
:: O Relógio da Paixão.
:: A Divina Misericórdia.
:: A Mediação de Maria.
 
:: A Catequese do Papa.
:: Guerreiros da últ. Ordem.
:: Os Sinais do Apocalipse.
 
:: O Estudo da Liturgia.
:: A Imitação de Cristo.
:: Confessai-vos bem.
 
:: Confissões do Inferno.
:: O Milagre de Lanciano.
:: A Contrição Perfeita.
 
:: Eucaristia ou Nada.
:: Beato João Paulo II.
:: Papa Bento XVI.
 
:: O Catecismo da Igreja.

Aparição de NOSSA SENHORA EM KNOCK

 

IRLANDA - 1879.

 

www.obradoespiritosanto.com

 

Onde aconteceu: Na Irlanda.

 

Quando: Em 1879.

 

A quem: Em torno de 200 pessoas.

 

Os fatos: Em 1879 os irlandeses ainda viviam as conseqüências de grandes crises políticas, econômicas, sociais e religiosas, iniciadas por volta de 1840. Porém, a pior delas era a alimentar. Nesse período mais de um milhão de pessoas morreram de fome.

         Nessa realidade encontraremos Knock, uma pequena aldeia de aproximadamente dez humildes casas. Pertencia à diocese de Tuan, e sua capela era o centro de duas paróquias: Dnock e Aghamore.

         No início da noite chuvosa de 21 de agosto de 1879, o Céus se manifestam: Na parede do fundo da Capela, pelo lado de fora, dentro de uma luz, três pessoas muito bonitas e um altar...

        

Algumas Testemunhas:

 

__ “Saí depressa e fui ao lugar indicado. Quando cheguei lá vi claramente as três figuras. Aproximei-me sem demora para beijar, como eu pensava, os pés da Virgem Santíssima; mas nada senti em meu abraço, além de parede...Fiquei espantada, por não sentir com as mãos as figuras que via nítida e distintamente.

 

__ “As três figuras pareciam imóveis, como estátuas. Estavam de pé perto da parede detrás da Igreja, ao fundo, e pareciam estar a cerca de meio metro acima do solo. A Virgem Santíssima estava no centro; vestia-se de branco e parecia coberta com uma capa branca. Suas mãos erguiam-se na mesma posição em que o sacerdote eleva as mãos, ao rezar na Santa Missa. Percebi nitidamente as partes inferiores de seus pés e (procurei) beijá-los três vezes. Ela trazia na cabeça algo semelhante a uma coroa e tinha os olhos voltados para o céu.

         Chovia torrencialmente naquela hora, mas a chuva não caía onde as figuras estavam. Tive o cuidado de tocar o chão com as mãos e senti-o perfeitamente seco. O vento soprava do sul contra a parede da capela, mas nenhuma chuva caía na parte da parede, ou da capela onde estavam as figuras. Não havia nenhum, movimento, ou sinal de atividade ao redor das figuras.

 

__ ”( A aparência) da Virgem Santíssima era do tamanho natural, as outras não pareciam nem tão grandes, nem tão altas, quanto a figura dela. Estavam a pequena distancia da parede detrás da Igreja e, pelo que pude ver, a uns quarenta centímetros do chão. A virgem estava ereta, com os olhos voltados para o céu; as mãos, na altura dos ombros, ou um pouco acima, com as palmas inclinadas ligeiramente para os ombros ou o peito. Vestia um grande manto branco, que caía em pregas amplas e um tanto soltas ao redor dos ombros, e estava preso ao pescoço. Trazia uma coroa sobre a cabeça – uma coroa bastante grande – que parecia um tanto mais amarelada que o vestido, ou os mantos usados por Nossa Senhora. A figura de São José tinha a cabeça ligeiramente abaixada e inclinada para o lado da Virgem Santíssima, como se lhe fizesse uma reverência. Representava o santo um tanto envelhecido, com a barba e os cabelos grisalhos. A terceira figura parecia ser a de São João Evangelista; não sei, só achei que era pelo fato de certa vez ter visto a imagem (dele) na Capela de Lekanvey, perto de Westport, no condado de Maye, muito parecia com a figura, que nesse momento, estava à minha frente.

         Acima do Altar, e apoiada nele, havia um cordeiro, com a cabeça voltada para São João e, assim, para o lado oeste do céu. Não vi nenhuma cruz ou crucifixo. Sobre o corpo do cordeiro, e ao redor dele, vi estrelas douradas, ou luzinhas brilhantes, que cintilavam como jatos ou bolas de vidro que refletissem a luz de algum corpo luminoso.

         Fiquei (ali) das oito e quinze até nove e meia (da noite). Na ocasião estava chovendo.

         Essa Aparição voltou a acontecer em mais três oportunidades, sempre testemunhadas por dezenas de pessoas: 02 de janeiro de 1880, 05 de janeiro de 1880 e 06 de janeiro de 1880.

         Já ocorreram centenas de curas físicas e espirituais em pessoas que foram visitar e rezar junto ao local das manifestações.

         A diocese já instalou duas comissões investigatórias, uma em setembro de 1879, e outra em 1936. Mas, em ambas não houve muito interesse para produzir-se um relatório final. No entanto, se faltava ainda um aval oficial, este foi dado pelo Papa João Paulo II, que ao visitar a Irlanda, alterou sua programação para conhecer e rezar na Capela de Knock.

 

 

Mais alguns detalhes importantes:

 

__ Durante as Aparições, algumas crianças diziam estar vendo Anjos voando em torno do Altar;

__ A primeira manifestação durou mais de três horas;

__ No decorrer das Aparições uma luz prateada envolvia o local;

__ Para proteção do abençoado lugar, foi coberta com vidros a parede detrás da Capela;

__ Knock tornou-se um centro de peregrinação;

__ Em todo o mundo foram construídos diversos Santuários em honra a Nossa Senhora de Knock.

www.obradoespiritosanto.com

 

 

 

 

 

       © Últimas e Derradeiras Graças