:: Página Principal.
:: Documentário da Igreja.
:: O Poder da Santa Missa.
:: O Poder do Santo Rosário
:: Aparições de N. Senhora.
:: A Vida dos Santos.
 
:: As Grandiosas Orações.
:: As Orações e Promessas.
:: As Devoções.
 
:: O Relógio da Paixão.
:: A Divina Misericórdia.
:: A Mediação de Maria.
 
:: A Catequese do Papa.
:: Guerreiros da últ. Ordem.
:: Os Sinais do Apocalipse.
 
:: O Estudo da Liturgia.
:: A Imitação de Cristo.
:: Confessai-vos bem.
 
:: Confissões do Inferno.
:: O Milagre de Lanciano.
:: A Contrição Perfeita.
 
:: Eucaristia ou Nada.
:: Beato João Paulo II.
:: Papa Bento XVI.
 
:: O Catecismo da Igreja.

 

Aparição de NOSSA SENHORA

EM LUCA Na ITÁLIA.

 

www.obradoespiritosanto.com

 

 

            Onde aconteceu: Na Itália.

 

         Quando: Em 1250.

 

         A quem: A Santa Zita.

 

 

         Os Fatos:

 

         Durante 40 anos Santa Zita foi empregada doméstica da nobre e abastada família Fantinelli, na pequena cidade de Luca, Itália. Ela viveu entre os anos de 1212 e 1278.

 

         Em uma determinada noite do ano de 1250, quando voltava atrasada para casa, veio a seu encontro, para fazer-lhe companhia, uma senhora, até então “desconhecida”. Como na época as cidades em sua zona urbana eram muito pequenas e concentradas em prédios geminados, por medida de segurança eram cercados por muralhas e acessadas por um grande portão principal. Em conseqüência do avançado da hora, Zita e sua “acompanhante”, encontraram o portão já trancado. Qual não foi a surpresa da humilde trabalhadora, o portão abriu-se sem ninguém tocá-lo. Assim as duas conseguiram chegar até a casa de Zita. Nesse momento a humilde doméstica recebeu a graça de uma iluminação divina e reconheceu em sua companheira de caminhada a Virgem Santíssima. Quase que instantaneamente a este discernimento Nossa Senhora desapareceu.

 

         Após essa riquíssima experiência junto a Mãe de DEUS, Santa Zita recebeu inúmeras graças especiais em sua vida e para as pessoas de sua convivência. Foram inúmeros sinais extraordinários e milagres. Imediatamente após o falecimento da padroeira das domésticas, o bispo Paganello liberou o culto a Santíssima Virgem nos locais que marcaram a vida de Zita.

 

         A agraciada santa foi canonizada em 1696 pelo Papa Inocêncio XIII, e seu corpo continua totalmente preservado.

 

         A Mãe da humildade revela sua presença constante junto aos simples e humildes, os de coração puro.

www.obradoespiritosanto.com

 

 

 

 

 

 

       © Últimas e Derradeiras Graças